Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro
20 jul

Conheça os Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro

Foi em um domingo, 09/07, que o Sítio Arqueológico Cais do Valongo recebeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco. O local era o principal porto de entrada dos escravos africanos em território brasileiro. A região é marcada pela resistência de africanos que foram retiradas à força de suas cidades natais para servirem aos senhores de engenho.
Mas, esse nomeação não foi um caso isolado. Há 5 anos, a própria Cidade Maravilhosa já tinha sido nomeada pela Unesco como patrimônio mundial. A candidatura foi apresentada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e aprovada na 36ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, na Rússia. Como você pode perceber, não é de agora que o Rio vem recebendo nomeações importantes. Para saber mais sobre os Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro, continue acompanhando o nosso artigo!

Patrimônios Mundiais do Rio de Janeiro

Sítio Arqueológico Cais do Valongo

patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro: Valongo

Um dos Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro, localizado na zona portuária do Rio de Janeiro, o Cais do Valongo é um local que remete ao passado colonial brasileiro. Sendo uma das principais portas de entrada de escravos africanos até meados do século XIX, o lugar evoca memórias dolorosas de um profundo racismo estrutural entre brancos e negros. De acordo com a secretária de Cultura do Rio, Nilcemar Nogueira, a nomeação do Cais do Valongo como Patrimônio Mundial da Unesco representa um passo adiante para o reconhecimento e a reparação da memória nacional.
Para conhecer melhor o Sítio Arqueológico Cais do Valongo, garanta a sua estadia em um local próximo à região, como o Pompeu, um hotel localizado no Porto Maravilha que oferece o máximo conforto aos seus hospedes.

Cidade do Rio de Janeiro

patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro: RJ

A maioria das pessoas reconhece a Cidade Maravilhosa pelo fato dela abrigar diversos pontos turísticos, como uma das Sete Maravilhas do Mundo, o Cristo Redentor. O que muitos não sabem é que a própria cidade Maravilhosa foi considerada, pela Unesco, um dos Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro.

A partir da nomeação feita em 2012, a cidade passou por uma série de ações para a preservação da sua paisagem cultural. O Pão de Açúcar, o Corcovado, o Jardim Botânico e demais pontos turísticos receberam reforços na limpeza e na segurança.

Para conferir de perto a revitalização dos pontos turísticos cariocas, você pode se hospedar no Gamboa, um hotel bem localizado e que fica próximo à estação de metrô da Presidente Vargas. Essa é uma ótima opção para você que prioriza o fácil acesso aos pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Patrimônios culturais e imateriais cariocas

patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro: imateriais

Cordão da Bola Preta

Fundado em 1918 por um grupo de amigos cariocas, o mais antigo bloco de carnaval do Rio de Janeiro e um dos mais antigos do Brasil foi declarado, em 2007, como patrimônio cultural carioca. Segundo o decreto, assinado pelo então prefeito César Maia, o Cordão da Bola Preta recebe esse título devido à sua importância cultural para a cidade do Rio de Janeiro e à referência que ele se tornou para o carnaval carioca, sendo passado de geração para geração.

Se você deseja curtir um carnaval fora de época com as folias do Bola Preta, basta comparecer à sede do bloco, que fica localizada na rua da Relação, Centro do Rio. A agenda é sempre movimentada, com vários eventos que, assim como o próprio bloco, agradam a todos os gostos. Para sua comodidade, você pode se hospedar em um dos hotéis da Rede Rio, como o Arosa ou Senado, que ficam bem perto.

Escolas de samba

Por falar em carnaval, outro marco dessa época é patrimônio carioca. Originadas no fim da década de 20, no bairro do Estácio, as agremiações carnavalescas são um dos pontos chave que definem o Carnaval Carioca. Foi em 2008 que as escolas de samba tornaram-se reconhecidas como patrimônio cultural do Rio de Janeiro.
Mais do que desfilarem no Carnaval, as escolas de samba recebem visitantes o ano todo para as feijoadas, shows e festas em suas quadras. Se participar desses eventos faz parte de seu roteiro de viagem, não deixe de se hospedar em um hotel no centro Rio de Janeiro, que possibilite o fácil acesso às quadras das escolas de samba, como o Arosa, por exemplo.

Bossa Nova

Já em 2007 foi a vez da Bossa Nova ser reconhecida como patrimônio cultural carioca. O movimento típico da música popular brasileira originado no fim dos anos 50 é conhecido em todo o mundo e já deu voz a artistas de peso como Tom Jobim, Vinícius de Moraes e Chico Buarque.

Obra literária de Machado de Assis

Retratando, em sua obra, a sociedade do Rio de Janeiro Antigo, Machado de Assis denunciava a desigualdade social vivida em outros séculos e que perdura até hoje. Como um dos grandes nomes da literatura nacional, o escritor contextualizava a identidade brasileira por meio de seus escritos.

Obra Musical de Pixinguinha

Autor de “Carinhoso” e de demais clássicos da música popular brasileira, Alfredo da Rocha Vianna Filho, popularmente conhecido como Pixinguinha, é uma das grandes referências culturais da Cidade Maravilhosa.

Fla x Flu e Torcida do Flamengo

Como diria o grande jornalista Nelson Rodrigues, o Fla x Flu surgiu “quarenta minutos antes do nada”. Sendo assim, nada mais justo que o clássico de futebol mais charmoso do mundo fosse considerado um Patrimônio de Natureza Imaterial do Rio de Janeiro, em decreto assinado no ano de 2012, pelo prefeito Eduardo Paes.
Também a torcida do flamengo, maior torcida do mundo segundo um ranking da Fifa, foi declarada como Patrimônio Cultural Carioca, por um decreto assinado pelo prefeito César Maia, em dezembro de 2007.

Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas

Conhecida popularmente pelos cariocas como “Feira de São Cristóvão”, o Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, localizado no bairro São Cristóvão, foi declarado um dos Patrimônios Culturais do Rio de Janeiro, pelo presidente da Câmara dos Vereadores em 2008, Aloísio Freitas. Na Feira, é possível encontrar comidas típicas, música, dança e diversos itens trazidos pela cultura nordestina para a nossa cidade. O horário de funcionamento do Centro Luiz Gonzaga é de terça a quinta, de 10h às 18h e nos finais de semana, começando às 10h de sexta até às 21h de domingo. Para aproveitar tudo o que a feira têm a oferecer, você pode se hospedar nos hotéis Gamboa ou Pompeu e facilitar o seu trajeto ate esse e outros Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro.

Arcos da Lapa

Construído em 1732, para levar água do Rio Carioca (hoje Santa Tereza) até o Morro de Santo Antônio, o Aqueduto Carioca ou os famosos Arcos da Lapa, foi tombado como patrimônio histórico em 1938, pelo Iphan. Esse é um dos cartões-postais mais visitados do Rio e é um símbolo do bairro boêmio carioca. Para se hospedar próximo aos arcos da Lapa, você pode optar pelo conforto oferecido no hotel Arosa.

A importância dos Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro

Mais do que símbolos que caracterizam o carioca, os Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro, definem a identidade nacional do brasileiro perante o mundo. Tanto a paisagem quanto as manifestações culturais que o compõem o Rio, são peças que diferem o Rio de Janeiro das demais cidades brasileiras. Além disso, não podemos esquecer que as nomeações dos Patrimônios Mundiais e Culturais do Rio de Janeiro, de certa forma, despertam a autoestima de quem mora na Cidade Maravilhosa.

 

Com as informações aqui detalhadas a respeito dos patrimônios mundiais e culturais da cidade do Rio de Janeiro você pôde descobrir a Cidade Maravilhosa a partir de uma nova perspectiva, não é mesmo? Faça já uma reserva em dos hotéis no centro do Rio de Janeiro da Rede Rio Hotéis e desfrute do que a cidade tem a oferecer!

 

Veja também:
hotel in Rio
hotel próximo ao Vivo Rio

Fechar